Adeus às incandescentes

lampadas

As lâmpadas incandescentes não vão mais ser vendidas no Brasil a partir do dia 30 de junho. Os estabelecimentos, importadores e fabricantes serão fiscalizados pelo Inmetro, e quem não atender à legislação poderá ser multado.

A restrição tem como objetivo minimizar o desperdício no consumo de energia elétrica. Uma lâmpada fluorescente compacta economiza 75% em comparação a uma lâmpada incandescente de luminosidade equivalente. Se a opção for por uma lâmpada LED, essa economia sobe para 85%.

Lâmpadas LED são mais caras, mas duram até 13 anos, 4 vezes mais que as eletrônicas e 25 vezes mais que as incandescentes. Com isso, o gasto que o consumidor teve a mais na compra do produto é compensado no valor da conta de luz, além da economia de recursos naturais utilizados na produção de energia.

Outra grande vantagem das lâmpadas Led é que elas não contém mercúrio na sua constituição, podendo ser descartadas em lixo comum, sem impacto ambiental. Também não emitem radiação ultravioleta e infravermelha (sedo mais confortável para os olhos) e são mais difíceis de quebrar. Mesmo que isso aconteça, um revestimento especial impede que cacos voem e se espalhem, preservando a saúde e a segurança do usuário.

 

fontes: www.akatu.org.br e Inmetro

Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s