A importância do cuidar

No final de 2014, a equipe do CEI Lucena projetou, montou e preparou sua composteira. Neste ano, já é possível utilizar o adubo orgânico produzido por meio dela. A horta foi reelaborada e reestruturada para a próxima etapa do projeto e também foi construída uma cisterna para captação da chuva e utilização na rega e manutenção da horta.

Todas as ações, desde a semeadura, irrigação, cuidados com o crescimento, preparação do espaço de transplante, preparação da terra, cuidado com as mudas e transplantes tiveram a participação das crianças, que foram orientadas para os cuidados com a conservação da terra e da água, a importância dos produtos saudáveis e a consciência do reaproveitamento de materiais.

“A consciência de que estamos em risco com a degradação do ambiente e que ainda dá tempo de melhorar a situação da natureza está sendo implantada nos alunos do CEI, e os pequeninos já reconhecem a importância do ‘cuidar’.”, constata a diretora Eliane Zielinski Rogalski.

borda

“Nossa semente de responsabilidade e consciência protetora está lançada, nosso adubo é a constância e a persistência, nossas armas para chegarmos ao objetivo são a harmonia e a paciência.” Professoras do CEI Lucenaborda

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

fonte: CEI Lucena (3652-2796, ceilucena@yahoo.com.br)

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Novo visual na ER Rio da Areia

“Nossa escola já está com um novo visual. Desde os primeiros dias de aula, já estamos trabalhando e concluindo alguns objetivos de nosso plano de ação. Foram pintados pneus para decorar o nosso bosque, que já tem dois sapos, uma zebra, uma centopéia, duas mesas com bancos, pneus com flores e ervas medicinais que foram resgatadas da comunidade pelos alunos. Estamos construindo um minhocário e um caminho sensitivo. Até o momento, utilizamos 115 pneus velhos e 20 galões de produtos de limpeza. Nosso pomar também já está a todo vapor: entre o bosque e o pomar, temos: 8 pés de ameixa, 2 de goiaba, 1 manga, 1 palmeira real, 13 pés de butiá, 6 abacates, 5 caquis, 3 tangerinas pokan, 3 mimosas, 1 pêssego, 9 araçás, 2 pitangas, 3 guabirobas, 1 uvaia, 2 aroeiras salsa e 8 pés de ipê amarelo. Nossa horta também ganhou uma nova amiga, a Radaça, uma boneca sobre um balanço de pneu que ajuda a espantar os pássaros e contribui para a produção dos alimentos que estão sendo servidos na alimentação escolar semanalmente para nossos alunos. Todos os dias, um grupo de alunos ajuda nos afazeres da horta, como regar verduras, flores e ervas, replantar e semear. As crianças estão aprendendo a utilizar material orgânico na produção de adubo com a ajuda do biodecompositor.”

Este slideshow necessita de JavaScript.

fonte: Escola Rural Rio da Areia (8420-0819, rio_areiarural@yahoo.com.br)

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Manifestação consciente

apae1

O tema escolhido para a Rede Ambiental deste ano está motivando a equipe da Apae, que pretende desenvolver atividades que façam refletir sobre a importância do consumo consciente da água e sua preservação, além do adequado uso do solo e da horta.

O projeto vai envolver os alunos das 3 Oficinas Protegida Terapêutica, que têm como responsáveis as professoras: Maria de Fátima, Solange, Adriana e Rosane, e os alunos do SAEDE e SPE I, com as professoras Kátia e Adelir.

Na turma do SAEDE, a professora Kátia começou resgatando o que o aluno tem de conhecimento sobre o tema água, pesquisando em revistas. E na Oficina I, um dos trabalhos realizados em sala de aula com a professora Rosane foi um texto ditado pelo aluno Divaldo Pickcius, com o tema: A ÁGUA.

Confira abaixo seu belo trabalho:

A Água.

A água é muito preciosa. Todas as pessoas necessitam da água para viver. Sem a água não há vida, nem do ser humano, nem dos animais e nem das plantas.

    Em todos os lugares é necessária a água. Usamos ela para limpezas, beber, tomar banho, fazer comidas, lavar alimentos, molhar as plantas, enfim, para o uso da vida diária. Também nos dá a energia elétrica.

    Precisamos economizar água. Preservar a natureza que nos fornece a água, não desmatando as árvores, não jogando lixo para poluir, pois necessitamos da água potável.

    Deus fez a água para répteis, peixes e todos os viventes, mas, infelizmente, o ser humano, com seus gestos e atitudes, está acabando com a natureza.

Aluno Divaldo Pickcius da I.E.E.E. “Irmã Teonília” – APAE de Itaiópolis

 

 

 

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , | 1 Comentário

Aviso aos navegantes

Lembramos aos leitores que as postagens do blog da Rede Ambiental devem ser visualizadas no endereço http://www.redeambientalitaiopolis.wordpress.com. As notificações recebidas por email, para quem se cadastrou no blog, servem apenas para avisar que uma nova postagem acabou de entrar no ar e não possibilitam a visualização de imagens no formato “apresentação de slides”.

A edição de 2015 da Rede Ambiental tem 21 escolas inscritas. A cada semana, de 3 a 4 postagens são publicadas no blog, obedecendo a ordem de chegada do material fornecido pelas escolas.

Acompanhe a divulgação dos trabalhos e compartilhe suas atividades!

borda

 

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

A melhor ferramenta

Nos primeiros meses de trabalho na EEB Odir Zanelatto, os alunos e os professores tiveram grandes ideias e foram em busca de conhecimento para colocá-las em prática, afinal de contas,

“O conhecimento é uma ferramenta e, como todas as ferramentas, o seu impacto está nas mãos de quem o usa”. (Dan Brown)

O primeiro passo foi a definição de como o projeto seria desenvolvido. Um dos pontos acertados é a construção de uma nova horta para cultivar mudas que os alunos poderão replantar em suas casas.

Os alunos visitaram a senhora Marilda Gelbcke, integrante da Associação Municipal de Mulheres Horticultoras de Itaiópolis, e fizeram grandes descobertas. Marilda explicou e demonstrou como devem ser cultivadas pequenas mudas e as diferentes sementes encontradas em nossa região. A segunda parceria aconteceu com os técnicos da EPAGRI. Os agrônomos Guilherme e Alessandro explicaram aos alunos sobre o solo de Itaiópolis e como construir um minhocário. “Os alunos ficaram empolgados e já colocaram em prática algumas das demonstrações, além de realizar atividades pedagógicas, como textos coletivos, desenhos de representação, atividades sobre o solo e roda de conversa”, comentou a professora Jaqueline Neuburger.

Este slideshow necessita de JavaScript.

fonte: EEB Odir Zanelatto (3652-2478, eeboz@sed.sc.gov.br)

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Folhas e nuvens

No primeiro trimestre de 2015, a turma do Maternal II do CEI Vila Nova, com o acompanhamento da professora Maria, desenvolveu várias atividades com o tema Água e Solo. Seguindo seu planejamento e com o objetivo de mostrar as estações do ano e tipos de clima, foi confeccionada uma árvore, onde as crianças puderam colar folhas no tronco e observar a semelhança com a natureza. Móbiles de nuvens e gotas de chuva foram utilizados para trabalhar o ciclo da água. “Simples gestos do dia-a-dia conscientizam as crianças sobre a necessidade de economizar água e mostram a sua importância para todos os seres vivos”, reforça a professora.

Este slideshow necessita de JavaScript.

fonte: CEI Vila Nova (3652-1124, ceivilanova@yahoo.com.br)

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Arte primitiva

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A EEB Paulo Cristiano Heyse, estreante na Rede Ambiental, iniciou seu projeto por meio da arte. Alunos da 2ª Série 2 do Ensino Médio pesquisaram em livros, revistas e sites sobre culturas indígenas, especialmente dos Karajás, e suas bonecas Ritxòko. Feitas em cerâmica, essas bonecas expressam diferentes aspectos e significados culturais.

Para a elaboração das bonecas, os alunos buscaram na natureza a matéria prima: a argila; o barro preto e vermelho. Com as mãos e auxílio de palitos, a argila foi modelada e transformada em objetos de cerâmica. Após a secagem natural das peças, foram pintadas, enfatizando suas características.

“Buscou-se com esta atividade conhecer melhor os vários tipos de solo e suas texturas, demonstrando assim a sua importância para o desenvolvimento dos povos indígenas, já que por meio da arte puderam expressar-se, utilizando-se de um meio natural indispensável à vida humana, o solo”, declara Angela Rosalina Schneider Hodzinski, responsável pelo projeto.

fonte: EEB Paulo Cristiano Heyse (3155-0023, eebpauloheyse@sed.sc.gov.br)

Publicado em Uncategorized | Etiquetas , , , , | Publicar um comentário